ESPECIALIDADES

OUTRAS ACTIVIDADES

As diferentes especialidades médicas e terapêuticas efectuam um trabalho em equipa multidisciplinar, visando a elaboração de programas e metodologias individualizadas, integradas na família, escola e comunidade, destacando-se a avaliação, despiste, diagnóstico, prescrição e intervenção nas seguintes áreas:

ESPECIALIDADES

PEDIATRIA

A Pediatria tem como objectivo a promoção da saúde da criança, do seu bem-estar físico, psíquico e comportamental, dispondo de consultas de:
. Vigilância de saúde e prevenção da doença
. Diagnóstico e terapêutica de situações agudas de doença
. Avaliação de desenvolvimento

PEDIATRIA DE NEURODESENVOLVIMENTO

Na Pediatria de Neurodesenvolvimento são realizadas avaliações de desenvolvimento nas suas várias vertentes – motora, cognitiva, linguagem, comportamental e sensorial. Sempre que necessário é feita a orientação terapêutica e dada continuidade, com a colaboração/intervenção dos vários técnicos que compõem a nossa equipa (Psicologia, Neuropsicológica, Reabilitação Neuropsicológica, Reabilitação Psicomotora, Terapia da Fala e Massagem para bebés).

PEDOPSIQUIATRIA

A Pedopsiquiatria, ou Psiquiatria da Infância e Adolescência, é uma especialidade médica que visa avaliar, diagnosticar e tratar distúrbios psicoafectivos que alterem o normal desenvolvimento da criança ou do adolescente. Apresenta um carácter preventivo, na medida da promoção da saúde mental do adulto desde a infância e adolescência.
A intervenção em Pedopsiquiatria pode incluir consultas terapêuticas, com componente importante de intervenção familiar, consultas psicoterapêuticas, intervenção psicofarmacológica, articulação com técnicos diversos e com estruturas da comunidade.
Uma orientação para consulta de Pedopsiquiatria é indicada em situações de alterações do comportamento, alterações do humor, ansiedade, hiperactividade e défice de atenção, dificuldades de aprendizagem, recusa escolar, perturbações psicóticas, perturbações do espectro do autismo, alterações do sono ou alimentares, entre outras.

PSICOLOGIA

Na consulta de psicologia são realizadas avaliações do desenvolvimento cognitivo e psicossocial.
Esta intervenção previne e trabalha as perturbações disfuncionais que podem surgir ao longo do desenvolvimento infantil com repercussões na vida adulta.

PSICOLOGIA DA GRAVIDEZ E MATERNIDADE.
. PSICOTERAPIA A GRÁVIDAS:
A estrutura da mulher e a sua atitude face à gravidez influem na evolução da gravidez e do parto.
A gravidez é um período potencial crítico, óptimo para a intervenção psicológica, indicado para começar a fazer psicoterapia.
É uma fase que pode promover o crescimento interno e onde pode surgir um enriquecimento da vida psíquica.
Intervenção em qualquer fase da gravidez e puerpério, depressão na gravidez e pós-parto, preparação psicológica para o parto, entre outras.
. PSICOTERAPIA A MÃES/BEBÉS:
Intervenção e aconselhamento em todas as questões que dizem respeito à avaliação e desenvolvimento do bebé e ao desempenho da parentalidade.
Terapia nas perturbações funcionais do apetite, sono, enurese, entre outras.
. PSICOTERAPIA A MULHERES/CASAIS:
Intervenção em casos de vivência psicológica da infertilidade, luto e morte fetal, síndrome pós-aborto, entre outros.

ORIENTAÇÃO ESCOLAR E PROFISSIONAL
A Orientação Escolar e Profissional é um programa que pode ser implementado tanto a nível individual como em grupo. Consiste numa análise de aspectos mentais, capacidades ou aptidões onde é elaborado um perfil de personalidade e um perfil dos interesses profissionais do jovem/adolescente que o ajudam a decidir acerca do seu futuro profissional.

NEUROLOGIA PEDIÁTRICA

É uma especialidade médica que tem como função essencial o diagnóstico, prognóstico, orientação terapêutica e aconselhamento dos problemas neurológicos que afectam a criança ou o adolescente. Esta especialidade exige um contacto estreito com outros especialistas não só da pediatria ou da neurologia mas ainda da genética, bioquímica, neuroradiologia, neurofisiologia, neuropatologia, neurocirurgia, psiquiatria infantil e reabilitação.

NEUROPSICOLOGIA

A Neuropsicologia é a disciplina da Psicologia que estuda a relação da actividade do Sistema Nervoso Central com o comportamento, a cognição, a emoção, a motivação e a vida relacional.

EM QUE CONSISTE A NEUROPSICOLOGIA CLÍNICA?
A intervenção neuropsicológica consiste em avaliar e reabilitar/estimular as funções neuropsicológicas (a atenção, a memória, linguagem oral e escrita, a actividade construtiva, as aptidões visuo-espaciais, o raciocínio, o planeamento da acção, o controlo sobre o comportamento e as emoções, etc.) que podem estar comprometidas por lesões encefálicas, perturbação do desenvolvimento e maturação neuronal, desequilíbrios neuroquímicos e funcionais.

QUAL O CONTRIBUTO DA NEUROPSICOLOGIA?
Na infância e na adolescência a avaliação neuropsicológica pode dar um contributo importante para o diagnóstico das alterações comportamentais e cognitivas associadas às lesões ou doenças neurológicas (epilepsia, tumores, acidentes vasculares cerebrais, traumatismos crânio-encefálicos), perturbações do comportamento (défice de atenção, hiperactividade), perturbações da aprendizagem (dislexias adquiridas ou de desenvolvimento, perturbações do cálculo e da escrita), e perturbações do desenvolvimento (espectro do autismo).

. AVALIAÇÃO NEUROPSICOLÓGICA
A avaliação neuropsicológica pode realizar-se a partir dos 3 anos permitindo diagnosticar alterações resultantes de patologia cerebral ou de atrasos do desenvolvimento neuronal em áreas como a atenção, o controlo executivo, a velocidade de processamento de informação, a memória e a aprendizagem, a linguagem, a percepção e a motricidade, as capacidades visuo-espaciais e construtivas, a percepção social.

. REABILITAÇÃO/ESTIMULAÇÃO NEUROPSICOLÓGICA
A reabilitação neuropsicológica consiste na compensação, reestruturação ou recuperação das funções neuropsicológicas total ou parcialmente perdidas por lesão ou doença cerebral. A estimulação neuropsicológica consiste na promoção do desenvolvimento de determinadas funções que se encontram num estádio atrasado de maturação (casos das capacidades atencionais no défice de atenção, do controlo comportamental na hiperactividade) e no desenvolvimento de estratégias de aprendizagem adequadas (dislexia).
No seu conjunto consiste num treino das funções neuropsicológicas através da estimulação de aptidões específicas com exercícios (computorizados ou não) e a programação de actividades na vida diária.
Desenvolve-se ainda um treino de controlo das ondas cerebrais (Neurofeedback) para promover a atenção-concentração, o controlo do comportamento e a maturação de estruturas cerebrais responsáveis pelos atrasos no desenvolvimento e na aprendizagem.
A reabilitação neuropsicológica consiste na compensação, reestruturação ou recuperação das funções neuropsicológicas total ou parcialmente perdidas por lesão ou doença cerebral, na estimulação das funções que se encontram insuficientemente desenvolvidas (casos das capacidades atencionais no défice de atenção, do controlo comportamental na hiperactividade) e no desenvolvimento de estratégias de aprendizagem adequadas (dislexia).
A reabilitação consiste num treino das funções afectadas através da estimulação de aptidões específicas com exercícios (computorizados ou não) e a programação de actividades na vida diária. Desenvolve-se ainda um treino de específico de controlo das ondas cerebrais (Neurofeedback) para promover a atenção-concentração, o controlo do comportamento e a maturação de estruturas cerebrais responsáveis pelos atrasos no desenvolvimento e na aprendizagem.

. NEURO FEEDBACK
O Neurofeedback ou EEG Biofeedback é uma técnica que permite modificar os padrões de actividade do cérebro, nomeadamente da sua parte mais evoluída- o neocórtex.
A actividade eléctrica cerebral pode estar alterada em diversas patologias que aparecem na infância e na adolescência como são o caso da epilepsia, do défice de atenção e hiperactividade, da dislexia, dos traumatismos crânio-encefálicos, do autismo e do síndrome de Asperger.
O Neurofeedback é um treino das frequências e amplitudes das ondas cerebrais no sentido da normalidade na medida em que permite melhorar a capacidade de atenção, o controlo sobre o comportamento e melhorar o funcionamento de áreas cerebrais responsáveis pelos atrasos de desenvolvimento.
O Neurofeedback tem demonstrado, em diversos estudos controlados, ser um tratamento eficaz no tratamento do défice de atenção, da hiperactividade, da epilepsia, de alterações da atenção e das funções executivas nos traumatismos crânio-encefálicos e na melhoria da capacidade de empatia e de percepção social no autismo e síndrome de Asperger.
Para referir apenas alguns exemplos da sua utilidade mostrou-se que o Neurofeedback têm o mesmo grau de eficácia no tratamento do défice de atenção e hiperactividade do que a medicação com estimulantes como o metilfenidato (Fuchs et al., 2003) e que permite controlar crises convulsivas resistentes à medicação em doentes epilépticos (Sterman, 2000).

. TREINO COGNITIVO COMPUTORIZADO
O treino cognitivo é uma parte fundamental da reabilitação neuropsicológica. A reabilitação neuropsicológica, no seu conjunto, consiste num treino das funções neuropsicológicas através da estimulação de aptidões específicas com exercícios (computorizados ou não) e sua generalização às actividades da vida diária.
O treino cognitivo computorizado oferece diversas vantagens na reabilitação e estimulação das funções neuropsicológicas, como a economia de tempo.

. REHACOM
O Rehacom é um treino cognitivo assistido por computador que pode ser aplicado a crianças a partir da idade escolar. Trabalha diversos domínios cognitivo-operativos como a atenção, a memória de trabalho, as funções executivas, o planeamento, o raciocino, as aptidões visuo-construtivas e visuo-espaciais, o tempo de reacção, entre outras.
O Rehacom é um instrumento de trabalho indispensável na reabilitação das disfunções cognitivas resultantes da lesão cerebral (AVC, Traumatismo crânio-encefálico, infecções do sistema nervoso central). A sua utilização na estimulação de funções cognitivas insuficientemente desenvolvidas (como é o caso da atenção, da memória de trabalho e das funções executivas na perturbação de hiperactividade e défice de atenção) é outra das características interessantes deste programa.

. TREINO DE ATENÇÃO
O Treino da Atenção é um programa computorizado de treino da atenção e das funções executivas para a idade pré-escolar.
Destina-se sobretudo a melhorar a capacidade de controlo da atenção e o controlo inibitório nas crianças em risco de desenvolvimento de patologias da auto-regulação como a perturbação de hiperactividade e défice de atenção.


REABILITAÇÃO PSICOMOTORA

A Reabilitação Psicomotora é uma área de conhecimento transdisciplinar que estuda as relações entre as funções psíquicas e a motricidade em diversos contextos, com o objectivo de contribuir para superar problemas de maturação, desenvolvimento, aprendizagem e comportamento, através da intervenção por mediação corporal. A Reabilitação Psicomotora é uma área de intervenção que pode desenvolver-se nos seguintes âmbitos:
. PREVENTIVO - Apoio à gestação, promoção do desenvolvimento.
. EDUCATIVO - Estimulação do desenvolvimento psicomotor, e do potencial de aprendizagem.
. REEDUCATIVO ou TERAPÊUTICO - Intervenção nos problemas de desenvolvimento ou aprendizagem e problemas emocionais.
Esta área de intervenção visa a promoção do desenvolvimento de competências funcionaise de aprendizagem de bebés, crianças e adolescentes com perturbações de desenvolvimento ou deficiência. Das duas competências destacam-se a avaliação, a prescrição e a intervenção nas seguintes áreas:
. PSICOMOTRICIDADE - Intervenção precoce, reeducação e terapia psicomotora
. ACESSIBILIDADE/AUTONOMIA SOCIAL - Programas de competências cognitivas e adaptação dos contextos.

FISIOTERAPIA PEDIÁTRICA CUEVAS MEDEK EXERCISE

O método CME foi criado e desenvolvido pelo fisioterapeuta chileno Ramón Cuevas em Caracas, Venezuela no início dos anos 70. O método Cuevas Medek Exercise (CME) é uma abordagem utilizada em fisioterapia pediátrica em crianças que possuem alteração no desenvolvimento motor causado por síndrome não degenerativa que afecta o Sistema Nervoso Central.
Esta terapia pode ser aplicada a crianças a partir de 3 meses de vida até que elas atinjam o controlo da marcha independente. Como os terapeutas que utilizam o Método CME precisam expor a criança à influência da força da gravidade, através do progressivo suporte distal, o uso desta terapia pode ser limitado pela altura e peso da criança.
O princípio fundamental do CME é baseado no facto de que crianças que possuem comprometimento no seu desenvolvimento precisam reforçar o seu potencial de recuperação natural.
Esta propriedade do Sistema Nervoso Central continua a propulsar o processo de desenvolvimento mesmo após a sequela ter se instalado.
A reacção natural do "potencial de recuperação" isoladamente, não pode tirar a criança da situação de desenvolvimento motor anormal. Por isso é crucial iniciar a terapia motora no momento da detecção dos primeiros sinais de atraso na função motora.
O nível final de independência motora alcançado pela criança irá depender dos seguintes factores:
1- A detecção precoce da alteração no desenvolvimento motor.
2- A existência do potencial de recuperação cerebral.
3- A aplicação no momento correcto de uma abordagem significante de terapia motora.
4- A execução constante de exercícios apropriados até se atingir o total controlo motor.
Para mais informações consulte o site oficial: www.cuevasmedek.com

AVALIAÇÃO E PROGRAMA
Na primeira sessão é aplicado um protocolo de avaliação próprio do CME, com 41 itens, que avalia o desenvolvimento motor da criança, desde o controlo cefálico até à marcha independente. Esta avaliação define a idade motora da criança.
Juntamente com os pais são definidos 3 objectivos de tratamento, para um período de 8 semanas.
Após 8 semanas a criança deve ser reavaliada.

SESSÕES
Cada sessão de CME tem a duração de 45 minutos e deve ser aplicada 2 vezes por dia.
Para os pais é realizado um programa para casa que deve ser cumprido 2 vezes por dia durante 30 minutos, com excepção dos dias em que a criança realiza terapia com o Terapeuta CME.
Para crianças que residam longe, existe a possibilidade de a criança realizar sessões 2 vezes por dia com o técnico, durante o tempo pretendido pelos pais, e fazer a continuidade com a frequência definida pelos pais e terapeuta.
Em CME os pais fazem parte integrante da equipa de reabilitação sendo incentivados a participar nas sessões de forma a dar continuidade ao programa em contexto de rotina diária.

A Fisioterapia Pediátrica é uma vertente da área da saúde que pretende avaliar, diagnosticar e intervir a nível de disfunções motoras, prevenindo, habilitando ou reabilitando a criança. Tem como intuito principal alcançar o bem-estar, promovendo qualidade de vida, não só a esta mesma, mas igualmente à família e todos que a rodeiam.
A intervenção nesta valência procura estimular a criança a todos os níveis, motor, sensorial, cognitivo e emocional, pois acredita, a cima de tudo, que o individuo é um ser único e indivisível e que se desenvolve com base em tudo o que o rodeia. O Fisioterapeuta aquando o desenrolar das sessões preocupa-se em atingir os objetivos delineados e construídos em equipa, tanto multidisciplinar como com a família e outros cuidadores, tendo sempre presente a necessidade de se adaptar consoante as variantes que vão surgindo. Procura ainda, insistir na independência e máxima funcionalidade da criança de forma a que esta por si só consiga realizar as tarefas propostas e do seu dia-a-dia.
A Fisioterapia Pediátrica, para além de lesões do foro neurológico, intervém também a nível de lesões traumáticas, como fraturas, entorses, torcicolos, entre outras, e em situações ligadas ao sistema respiratório como, disfunções e infeções respiratórias.

MÉTODO PADOVAN

O Método Padovan de Reorganização Neurofuncional, foi desenvolvido por Beatriz Padovan, formada em Pedagogia e Terapia da Fala. Este método consiste numa abordagem terapêutica que permite recapitular as fases do neuro-desenvolvimento, de forma a habilitar ou reabilitar o Sistema Nervoso, promovendo o potencial genético de cada indivíduo.
Uma terapia de Reorganização Neurofuncional, objetiva recapitular os movimentos neuro-evolutivos do sistema de locomoção e verticalização do ser humano, os movimentos neuro-evolutivos do sistema oral que leva ao domínio da musculatura da fala, dos movimentos neuro-evolutivos do sistema ligado ao uso das mãos e sua riqueza de articulações, e dos movimentos neuro-evolutivos dos olhos com sua organização muscular complexa.
O Método Padovan centra-se na recapitulação do processo de aquisição do Andar, Falar e Pensar de maneira dinâmica, estimulando a maturação do Sistema Nervoso, perspetivando o indivíduo como um ser holístico, sobre o qual não recaí atenção na dificuldade. Desta forma respeitando a sequência evolutiva da natureza do ser humano, o Método Padovan objetiva tornar o indivíduo capaz de cumprir o seu potencial genético e adquirir todas as suas capacidades, tais como locomoção, linguagem e pensamento.

TERAPIA OCUPACIONAL

A Terapia Ocupacional é uma área da saúde que tem como objetivo central habitar a pessoa para a ocupação, promovendo -lhe a capacidade de escolher, organizar e desempenhar, de forma satisfatória, as atividades do seu dia-a-dia que considere significativas.
Assim, o terapeuta ocupacional poderá ajudar a criança a desenvolver as competências (motoras, cognitivas, sensoriais, comportamentais e/ou emocionais) necessárias à sua autonomia nas atividades da vida diária (vestir, alimentação, higiene) e académicas, no brincar e na relação com os outros.

INTEGRAÇÃO SENSORIAL
A integração sensorial é uma teoria de intervenção que visa intervir nos padrões de integração sensorial - descoordenação motora, atrasos na motricidade grossa e fina, défices de equilíbrio, respostas invulgares à sensação (hiperresponsividade, hiporesponsividade e flutuações) - e disfunção da praxis (o processo de ter uma ideia, iniciar e completar novas tarefas motoras).
É uma abordagem onde a criança, através do brincar e de atividades significativas, com alto teor sensorial (tátil, vestibular e proprioceptivo) integra a informação, ao nível do sistema nervoso central, e produz uma resposta adaptada e de acordo com as exigências do meio.
Beneficiam desta abordagem crianças que apresentem alguns destes comportamentos:
. Cair com frequência
. Desorganização
. Derrubar objetos e/ou deixa-os cair com facilidade
. Distração/ Inatenção
. Frustração / Irritabilidade com facilmente
. Alterações frequentes de humor
. Comportamentos agressivos
Estes comportamentos poderão estar associados a problemas de desenvolvimento – como a perturbação do espectro do autismo, perturbação de hiperatividade e défice de atenção, entre outros – ou em crianças com um desenvolvimento aparentemente normal.

TERAPIA DA FALA

A terapia da fala é a área da saúde que previne e trata a criança nas áreas de desenvolvimento relativas à comunicação e linguagem, nomeadamente:
. Linguagem verbal oral nas vertentes compreensiva e expressiva
. Voz
. Fala
. Linguagem verbal escrita
. Comunicação aumentativa e / ou alternativa
. Deglutição
. Fluência
A intervenção, caso seja necessária, será dirigida no sentido de promover o desenvolvimento da criança, procurando reduzir ao máximo as suas dificuldades de comunicação, de forma a proporcionar o seu bem-estar e facilitar as aprendizagens escolares.

CINESITERAPIA

A Cinesiterapia Respiratória é uma terapêutica baseada no movimento.
Actua principalmente na respiração externa e tem como objectivo principal a educação/recuperação para a manutenção de uma função respiratória normal.
É particularmente eficaz na faixa etária pediátrica, nomeadamente nas doenças do aparelho respiratório:
. Bronquite
. Bronquiolite
. Pneumonia
. Asma
. Enfisema
. Outras

NUTRIÇÃO CLÍNICA

A Nutrição Clínica é uma área da nutrição que actua como prevenção e controlo de doenças através de uma alimentação saudável e de uma forma terapêutica no controlo de doenças crónicas.
Na consulta é feita uma avaliação dos hábitos alimentares e rotina diária da criança, bem como uma medição da sua composição corporal e estado nutricional. É depois elaborado um plano alimentar personalizado e adequado às necessidades diárias da criança, integrando-o no meio familiar.

NUTRIÇÃO FUNCIONAL

A Nutrição funcional é uma especialização da Nutrição Clinica, e é considerada por muitos como a Nutrição do século XXI. A Nutrição funcional reconhece que cada indivíduo possui uma forma única de processar os diferentes nutrientes, e reconhece que os alimentos fazem muito mais que nutrir e fornecer calorias. Através dos alimentos e nutrientes somos capazes de modular inúmeras funções orgânicas, comunicação hormonal e neuronal, assim como a expressão genética.
No caso das crianças com autismo ou outras perturbações do neurodesenvolvimento e/ou comportamento, a alimentação e a nutrição podem ter um importante efeito terapêutico. O cérebro é um órgão, e como tal, tem necessidades nutricionais específicas para que possa desempenhar corretamente as suas funções. Sem o nível adequado de nutrientes fundamentais, o funcionamento cerebral fica comprometido.

OUTRAS ACTIVIDADES

JUNIOR & BABYSITTING ESPECIAL

CRIAMOS MOMENTOS A PENSAR NO BEM ESTAR DA SUA FAMÍLIA
Somos uma equipa de profissionais dinâmica e especializada na área do desenvolvimento infantil que se uniu pelo prazer comum de estar com crianças.
Damos apoio a todas as famílias com bebés, crianças e adolescentes, estando de igual forma preparadas para cuidar de crianças com necessidades especiais.

SERVIÇOS:
. Domicílio
. Organização de passeios e outras actividades
. Acompanhamento das crianças nas deslocações casa - infantário/escola
. Acompanhamento de crianças a festas, casamentos, aniversários
. Acompanhamento ao estudo
. Acompanhamento nocturnos
. Outros

RAZÕES PARA PREFERIR OS NOSSOS SERVIÇOS:
. Somos técnicos especializados
. Temos curso de Socorrismo Pediátrico (Pela Cruz Vermelha)
. Damos respostas pedagógico-terapêuticas
. Respeitamos as expectativas das famílias nos cuidados da criança
. Mostramos respeito pelas necessidades e preferências de cada criança e adolescente
. Oferecemos estratégias lúdicas para ocupar o tempo da criança
. Estamos disponíbeis 24h por dia 7 dias por semana

RASTREIO DA LINGUAGEM

O desenvolvimento da linguagem ocorre desde o primeiro dia de vida do bebé. São vários os factores que o influenciam, desde factores biológicos a factores do meio ambiente.
Desta forma podem ocorrer, em diferentes fases da vida da criança dificuldades no seu desenvolvimento linguísticos que poderão ter repercussões nas suas aprendizagens escolares, nomeadamente ao nível da leitura e da escrita.
O Nosso centro decidiu avançar com o projecto de sensibilização às famílias, educadores e professores, para eventuais dificuldades das suas crianças ao nível da fala e da linguagem.
O rastreio é realizado no estabelecimento de ensino onde a criança está.
Este projecto tem como finalidade alertar e prevenir tanto quanto possível alguma dificuldade que se verifique a este nível.

MASSAGEM PARA BEBÉS

O toque é a primeira forma de comunicar com o bebé.
Os pais instintivamente tocam no bebé para o conhecer melhor. Este curso tem como objectivos gerais melhorar a Interacção pais-filhos, Estimular os diferentes sistemas fisiológicos e os diferentes sentidos sensoriais, Aliviar a dor/tensão e Relaxar.
O curso é destinado a pais com bebés até aos 12 meses, com a periodicidade de 1 vez por semana, tendo cada sessão a duração de uma hora.

PREPARAÇÃO E EDUCAÇÃO PARA O NASCIMENTO

A preparação e educação para o nascimento tem como principal objectivo, dar resposta a muitas das necessidades dos pais. Para além da aquisição de conhecimentos, o clima é propício ao esclarecimento de dúvidas, à partilha das experiências e vivências tão importantes nesta fase da vida do casal, tornando-os mais confiantes nesta nova etapa da sua vida.
Nestes encontros, o Fisioterapeuta poderá ajudar os pais a esclarecer as suas dúvidas, aliviar as suas queixas, através de exercícios de mobilidade e posturas de alívio de dor. Será desenvolvido uma variada de temas, como os cuidados gerais com a grávida, estratégias que possam facilitar o trabalho de parto, assim como, os padrões respiratórios de cada fase do mesmo. O fisioterapeuta poderá de igual modo, contribuir para o conhecimento do mecanismo de aleitamento, ajudando a encontrar as melhores soluções para cada situação e ainda dar a conhecer como prestar os primeiros cuidados ao bebé.
Para além disso é dado ênfase aos processos de educação e desenvolvimento do bebé, dando especial ênfase à interacção mãe/pai/bebé. No final de cada sessão será guardado um momento para o relaxamento da mãe/pai.
Estes encontros, deveram-se iniciar, preferencialmente pela 27ª semana e decorrerão até mais ou menos à altura de nascimento do seu bebé. Os encontros serão realizados 1 vezes por semana, cerca de 90 minutos, com grupos até 4 grávidas/casais, com a duração de 8 semanas.
Estes encontros são indicados para toda a mulher grávida e o seu companheiro ou qualquer outra pessoa que acompanhará a grávida em todo ou parte do processo do trabalho de parto.
Salvo se houver qualquer indicação médica no sentido de a grávida ter sido aconselhada a repouso absoluto, todas as grávidas poderão frequentar estes encontros.

VENDA DE MATERIAL DIDÁCTICO


WORKSHOPS TEMÁTICOS